BLOG

COMBUSTÍVEL EM ALTA – COMO ECONOMIZAR

Apenas em 2021, o litro da gasolina acumula uma alta em torno de 70%. E já há postos de combustível vendendo a R$ 8,00 (Oito reais) o litro de gasolina.

Dados da Agência Nacional do Petróleo (ANP) mostram que o preço médio da gasolina e do diesel voltou a subir nos postos de combustíveis, como também o Gás Liquefeito de Petróleo (GLP, conhecido como gás de cozinha) foram reajustados nas refinarias da Petrobras. Entre os dias 17 e 23 de outubro houve um aumento de 1,5% em comparação com a semana anterior acumulando alta de 3,5% só no mês de outubro.

Diante disso, as despesas com combustível ficam bem altas e a saída é adotar algumas práticas no dia a dia para reduzir esses gastos. Segue algumas dicas de como economizar:

1- Um dos pontos principais na hora de economizar é fazer o uso correto do veículo, evitando, por exemplo, momentos de aceleração excessiva.

2- Além disso, os especialistas também ressaltam a importância de planejar a rota antes de sair com o carro para evitar congestionamento ou vias muito movimentadas que façam com que o veículo precise parar.

3- Também tem a necessidade da manutenção programada dos veículos, com troca das peças no período recomendado pela montadora, já que a vela de ignição e os filtros de combustível impactam no consumo

4- Há ainda a questão das velas de ignição, se elas não estiverem com a capacidade de queima, capacidade de explosão de combustível dentro do correto, ele vai ter a ignição de combustível, mas não vai ser totalmente queimado, o resultado é o desperdício.

5- Outra questão é a calibragem dos pneus. Uma comparação que a gente pode fazer é o esforço que precisamos fazer para empurrar o veículo com o pneu murcho, muito maior do que precisamos fazer com o pneu calibrado. É estimado que o consumo do veículo aumente em 10% quando você trafega com o pneu descalibrado.

6- Se o veículo é flex, de acordo com os economistas, a conta para entender se é mais rentável abastecer o carro com gasolina ou com álcool é uma divisão simples do preço do litro do etanol dividido pelo preço do litro da gasolina. Se esse resultado for inferior a 0,7, é mais vantajoso abastecer com álcool. Essa conta é feita em razão da composição da gasolina, eis que 70% é gasolina e outros 30% é álcool. Por isso, se faz essa divisão para entender qual a melhor opção.

Fonte: Agência Senado
www.uol.com.br
www.g1.globo.com

Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email